Halloween parte 1


Eu sou brasileira, não tenho nenhuma ascendência americana ou européia, mas, eu simplesmente amo o Halloween, culpa de quem, Hollywood é claro, sempre ela. Desde criança eu sou fascinada por essa data comemorativa, quando eu era criança, sair por aí pedindo doce à noite e fantasiado era meu sonho de consumo, estava no topo da lista de desejos, infelizmente nunca o realizei, tinha que me contentar com o dia de São Cosme e Damião, que era bom sim, mas não era a mesma coisa, por que não tinha fantasia.

Um pouquinho da historia do Halloween


Teve origem num tradicional festejo dos povos celtas da Europa pré-medieval. Conhecida como Samhain, era comemorado no dia 31 de outubro – dia em que se acreditava que acontecia o encontro do mundo espiritual com o mundo físico – que marcava o fim do verão e o inicio do ano novo, e celebravam-se as fartas colheitas. Os celtas acreditavam que os espíritos de todos que haviam morrido naquele ano, voltaria para tomar o corpo dos vivos para permaneceram mais um ano na terra. Por isso nesta data eles apagavam as tochas e colocavam fantasias e com isso tentavam espantar os espíritos. A festa foi levada para os EUA pelos imigrantes irlandeses no séc. XIX.


Elementos do Halloween

Gostosuras ou travessuras: 

Teve inicio em um costume europeu do séc. IX, chamado de “souling”, esta tradição consistia que no dia 2 de novembro os cristãos iam de vila em vila pedindo “soul cakes” (bolos de alma) para cada bolo que ganhava a pessoa deveria fazer uma oração por um parente morto do doador, as orações ajudavam a alma a ir para o céu.


Abóboras:

De origem irlandesa, a lenda fala sobre um homem chamado Jack que era conhecido por pregar peças nas pessoas, ele por duas vezes enganou  o Diabo e o humilhou, quando morreu, não foi aceito no céu por suas brincadeiras, e por  ter humilhado o Diabo também não foi aceito no inferno, porém, o diabo entregou uma brasa para Jack para ele iluminar seu caminho no limbo, para que a brasa durasse mais Jack a colocou dentro de um nabo. Os irlandeses usavam nabos para fazer suas decorações, e quando houve uma grande imigração irlandesa para os EUA eles levaram com eles essa tradição, mas perceberam  que as aboboras eram  maia abundantes e mais fáceis de entalhar.


Bruxas:

As bruxas são o ícone do Halloween e existem muitas lendas falando sobre elas, uma delas é que as bruxas se reuniam duas vezes ao ano, durante as mudanças de estação nos dias 30 de abril e 31 de outubro, e chegavam em vassouras voadoras, para uma festa em que o anfitrião era o próprio diabo, elas jogavam   maldições e feitiços em qualquer pessoa, causavam todo tipo de transtorno. 

0 comentários:

Postar um comentário

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.