Resenha: Frente de Tempestade - Jim Butcher / Underworld


"Meu nome é Harry Blackstone Copperfield Dresden. Evoque por sua conta e risco. Quando as coisas ficarem estranhas, quando aqueles que se escondem na escuridão se revelarem através das luzes, quando ninguém mais poder lhe ajudar, me dá uma ligada.
Meu número esta na lista."


Existe dois gêneros literários pelos quais eu sou apaixonada, os livros de fantasia e os policiais. Gêneros bem diferentes não é mesmo. Então o que dizer sem ser passional de um livro que une tão bem esse dois gêneros, senão AMEI, muito obrigado Jim Butcher.

Harry Dresden é um bruxo e seu nome está nos classificados, é isso mesmo, ele é o único em seu ramo, e  além de trabalhar como detetive particular, também auxilia a polícia de Chicago quando algum caso extrapola o limite da razão. 

Um casal é encontrado morto num luxuoso quarto de hotel sob circunstâncias suspeitas, há algo de muito errado na maneira como as mortes aconteceram, um ser humano seria incapaz de cometer aquilo, por isso a detetive Murphy responsável pelos crimes inexplicáveis do departamento de polícia da cidade de Chicago chama Harry Dresden para auxiliá-la na investigação.

Mesmo sendo um poderoso bruxo, os negócios dele não vão nada bem. O aluguel está atrasado, o carro esta sempre precisando de concerto e as únicas ligações que anda recebendo são de pessoas querendo saber se ele é mesmo um bruxo ou de proprostas de emprego ridículas. É o trabalho que presta para a polícia que paga as suas contas, por isso sempre que Murphy liga ele vai ao seu encontro. 

Cartão de visita

O mundo real não sabe sobre o mundo mágico, mais isso não impede a interação de ambos e quando isso acontece quase nunca acaba bem para os seres humanos e toda vez que algo desse nível chega aos mãos de Murphy é a Harry quem ela pede ajuda.

O que aconteceu naquele quarto de hotel faz com que Harry passe mal, nunca antes havia visto algo desta magnitude. Aquilo não só extrapola os limites das leis humanas e não é só mais um crime violento na cidade de Chicago. O que aconteceu ali é o pior crime que um bruxo pode cometer, usar magia negra para matar seres humanos.

Para azar de Harry o único bruxo na região capaz de cometer uma magia grandiosa daquelas, é ele mesmo e isso o colocará em um série de problemas ao tentar encontrar o culpado, ainda mais quando outro corpo de uma pessoa ligada a ele é encontrado nas mesmas condições. 

Eu tenho que confessar que eu gosto muito mais de livros com protagonistas masculinos, não sei o motivo, mas é que por alguma razão que só o universo conhece eu me identifico muito quando são os caras que narram a história, esse foi um dos fatores de eu ter gostado tanto desse livro, além é claro de toda ação proporcionada pela investigação policial e pela criação de um mundo mágico com as próprias regras, e com um toque bem de leve de romance fez com que esse livro passasse para a categoria dos meus favoritos.

"Harry Desden quando não esta se metendo em confusões que por força da má sorte acaba ficando pelado, usa seu senso apuradíssimo de moda para combater o mal de moleton, botas de caubói e sobretudo." 

Harry Dresden é um cara normal com poderes mágicos, o engraçado é que pela capa eu achei que ele fosse um super bruxo mega power poderoso e f*dão, mas na verdade é que mesmo sendo muito poderoso ele é um cara atrapalhado que vive se metendo em encrencas e situações hilárias e não tem nenhuma sorte no amor.

O meu único porém fica por conta da revisão do livro que não foi das melhores, algumas palavras repetidas, outras mal colocadas e tem até uma expressão que não tem significado ("cque nemomo"), nada que atrapalhe a leitura do livro, mas é bem chato. A Underworld tem uma proposta bem interessante de trazer ao mercado nacional títulos diferentes e eu tenho vários títulos deles (que são realmente muito interessantes), acho que para ficar melhor ainda deveria haver mais capricho na traduação e revisão dos livros.

O livro tem um história fechadinha, mas para o azar do meu bolso e sorte do meu vício lá fora já foi publicado o décimo segundo volume da série, o fato é que quando eu terminar de lê-la em português estarei levando meus filhos (que ainda não nasceram e sem previsão para de fato ocorrer) adolescentes à escola.

 
Classificados.

Harry Dresden

Nota:

*Fotos tiradas do blog da Underworld.
* Graças as queridas Layn e Mila tenho mais umas informações bem legais sobre a história. A Layn viu no blog da editora que existe também uma Graphic Novel do livro, sem previsão de lançamento aqui.  E graças a Mila eu descobri que existe um seriado baseado no livro com doze episódios e produzida pela Sci Fi. Obrigado as duas!

32 comentários:

  1. Cara, que demais. Jura que existe um livro assim? Aliás, 12 livros assim? Meu bolso pede socorro.
    Não conhecia a editora ainda, se eu não me engano. Ou se eu conhecia, nunca prestei atenção nos títulos, e enfim.
    Achei demais a premissa, lá vou eu colocar mais 12 livros na minha lista. (:

    taiyounorakuen.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fiquei encantada quando descobri esse livro, meu bolso pede socorro também, são muitos livros. A editora tem uma proposta bem interessante, tem vários título interessantes.

      Beijos

      Excluir
  2. Nossa, amei a sua resenha.
    Fiquei super curiosa pra ler o livro (:

    Beijos,
    Marinah | marinahgattuso.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigado!
      O livro é muito bom mesmo, vale a pena.

      Beijos

      Excluir
  3. Oi flor!
    Eu tb adoro romances policiais..rrsrs..e sobrenaturais tb e adorei a resenha, fiquei curiosa pra conhecer esse bruxo...tb gosto de livros quando é narrado pelo mocinho..a estória deve ser muito boa! Se não me engano ja assisti um filme muito parecido com essa estória, o cara tinha poderes, trabalhava com magia mas dentro de casa tudo era uma bagunça, ele devia tudo..kkk

    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Romances policiais são muito bom mesmo e com magia no meo fica tudo melhor. Eu gosto muito dos livros narrados pelos mocinhos, acho muito interessante. Eu fiquei sabendo que tem um seriado baseado no livro, será que não foi esse que você viu. O Constantine é meio assim também, tem super poderes, mas a vida pessoal é uma bagunça só.

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Ju, adorei a resenha, olha eu gosto mais de protagonistas femininas, mais nao sei o motivo.... Eu adoro a mente feminina... hehe
    Olha só eu acho que ja teve um seriado desse mago, não me recordo o canal, mais eu adorava ver, eu adorava este bruxo, e olha nem sabia que tinha livro, e vc foi descrevendo o livro e eu fui lembrando do seriado, amei amiga, quero esse livro pra mim ^^

    Beijoss
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mila, eu não sei por que eu me identifico mais com os protagonistas, é uma coisa que simplesmente acontece.
      Eu não sabia, mas aí depois que você me disse eu fui procurar, é uma serie de 12 episódios, muito obrigado, eu vou assistir com certeza. Que bom que você gostou da resenha, fico muito feliz.

      Beijos

      Excluir
  5. Tem a história em quadrinhos desse livro. (:
    Descobri isso hoje de manhã, é um quadrinho em cinco capítulos se eu não me engano, que fala só sobre esse primeiro arco descrito no primeiro livro.
    E eu olhei as primeiras páginas no site da editora, fiquei DOIDA³ pra ler, mais ainda. ;/

    taiyounorakuen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oii Ju!
    Adorei a resenha!
    Também são meus gêneros preferidos, e por isso tenho certeza que vou adorar!
    Fiquei super interessada no livro, ainda mais com o protagonista masculino, que eu prefiro, pois as femininas são tão bobas! kkk

    Um beijão
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara, é verdade algumas personagens são tão chatas, gosto dos personagens masculinos dos livros que eu já li, por que sou meio parecida com eles, nas atitudes.

      Bjs

      Excluir
  7. Não conhecia o livro, obrigada por me apresentar algo novo =)
    Essa editora tem uma ótima proposta mesmo =)
    Muito boa sua resenha, parabéns.
    E que interessante vc gostar mais de livros onde o narrador é homem!!!
    bjos querida e tem novidades no meu blo, aguardo sua visitinha =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, eu adoro os personagens masculinos que protagonizaram os livros que eu já li, eu acho bem interessante. O livro é excelente, e a proposta da editora eu gosto muito, por que os titulos são muito bons.

      Beijos

      Excluir
  8. Nossa, já tá no décimo segundo? To até com medo de ler esse livro e acabar gostando, ou seja, vou acabar gostando, só pela nota que você deu, já dá pra perceber né? UAHSUAUHSAU Eu adorei a resenha, me deixou super curiosa.

    E ah, super obrigada pela dica, já anotei aqui a mediadora na wishlist, ia começar pelo diários da princesa e depois ir para essa série, mas pela sua dica, vou inverter. AUSHUASASHU

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enorme essa série, já estou condenada, depois do primeiro livro, eu vou querer com certeza acompanhar a série. É muito bom!!!!!

      Que bom que você gostou da dica, A Mediadora é uma excelente série.

      Beijos

      Excluir
  9. amo livros policiais, amei saber desse livro parece ser maravilhoso
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também amo, estou sempre procurando um novo para ler.

      Beijos

      Excluir
  10. Fantasia e policial com certeza me atrai também, mesmo não lendo muitos livros de tema policial, e também não gostando de ler um atrás do outro, gosto do gênero, e esse livro me interessou. Um bruxo que trabalha pra policial, mas também um bruxo atrapalhado e cheio de erros, me despertou interesse na história toda. Não conhecia o livro, nem o autor, nem a editora também! D: rs Colocarei na minha wishlist, mesmo tendo doze livros da série D: haush'

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Jeniffer, eu também não gosto de ler uma atras do outro, sempre alterno os gêneros que eu mais gosto, para dar uma aliviada.
      O Harry é muito engraçado e a trama em que ele acabou se envolvendo foi muito bem trabalhada pelo autor, que soube explorar os dois lados. Não vejo a hora de mais, muito mais Harry Dresden.

      Excluir
  11. Nunca tinha ouvido falar desse livro e realmente não sei se leria por eu não gostar muito de livros policiais (sou boba e sinto medo de tudo haha), mas sua resenha conseguiu me deixar curiosa!
    Nossa, 12 livros? Vou te falar, em alguns momentos eu simplesmente "odeio" essas séries gigantescas, além de muitas serem apenas enrolação, junta a demora para as editoras lançarem os livros e sempre acabo me desanimando :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 12 livros são realmente muito né? Mas agora que eu já li e gostei tanto do livro eu fiquei louca pelas sequencias, mesmo que demorem demais para chegar por aqui.

      Excluir
  12. Ola, tudo bem?
    Antes de mais nada, obrigada pela visita, voltarei sempre aqui também ;)
    Quanto ao livro, nossa, ele parece ser ótimo, também sou uma fã desses dois gêneros e fiquei muito curiosa pra ler esse livro, vou procurar. Bem, quanto aos outros volumes, vamos ter um pouquinho de esperança, quem sabe eles não lançam aqui no Brasil logo, já que publicaram o primeiro né?
    Abraços.
    Amanda
    http://vceoqueler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda obrigado pela visita.
      A esperança é a ultima que morre, eu tenho muita fé que não vai demorar tanto assim para ser publicados os próximos volumes.

      Beijos

      Excluir
  13. Ah, adorei seu comentário lá, porque eu já tive uma banda mas agora faço curso de produção musical, então estou nos bastidores. AUSHUAUHSUAUSAU

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh que legal. Eu sempre quis aprender a tocar bateria ou guitarra mas não para fazer parte de uma banda, mas para me divertir.

      Excluir
  14. Jú, muito boa a resenha, acho as capas da Underworld LINDAS DE MORRER!!! *----*
    Mas até hoje não li nenhum livro dela! Morro de vontade porque acho que todos parecem ótimos. Amo suspense, fantasia, sobrenatural e policial, adorei a história e fiquei com vontade de ler. Ele parece Van Helsing na capa xD E nas ilustrações parece bem gato também ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele parece bem gato mesmo, eu adorei o personagem ele é muito carismático e sua personalidade atrapalhada deixa tudo mais charmoso.

      Excluir
  15. Ri com o seu comentário, acho que Lola aqui no Brasil seria um apelido, mas lá fora talvez já seja um nome mesmo. Eu também acho que a Novo Conceito seja uma das melhores editoras ever <3 sempre compro os livros dela, pelos títulos e pelos preços, que como você mesma disse, são sempre mais acessíveis.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Juliana
    adorei o blog!
    ja estou seguindo e
    te convido para meus sorteios ok
    será uma honra
    te espero
    Bjão ✿◠‿◠)✿
    /(.”)__☆
    /||\
    _||_
    www.coisasdeladdy.com

    ResponderExcluir

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.