Marotona Hot #1: Filha da Tempestade - Richelle Mead / Agir

Primeiro post da Maratona hot

É muito chato quando você espera muito de um livro e quando você finalmente o têm em mãos e pode saboreá-lo, ele tem um gosto um tanto amargo. Eu queria muito ler esse livro, por que eu adoro a Richelle Mead, mais infelizmente eu não gostei do jeito que achei que fosse gostar (eu não odiei, como odiei um certo chick-lit que eu levei meses para ler, e você pode saber qual é clicando aqui), por que a história me pareceu confusa e mal aproveitada.

Eu até achei a história interessante quando li a sinopse e quando estava no começo do livro, mas com o passar das páginas comecei a achar que a autora se prendeu demais em algumas partes e em outras passou muito rápido. Esse para mim foi o maior problema, mesmo com as partes hots que são bem escritas e com o toque cômico que a autora deu aos personagens.

Mas vamos a hitória...

Eugenie Markham é uma xamã muito poderosa, seu trabalho é lidar com as criaturas do Outro Mundo que insitem em vir à terra, alguns cometem apenas travessuras, mas outros praticam crimes bem graves. Não sei bem como definir o que é um xamã, é uma espécie de bruxa-feiticeira-exorcista que lida com as criaturas sobrenaturais as banindo, alguns ela manda de volta para o lugar de onde vieram, mas a maioria vai direto para terra dos mortos.

Ela basicamente não tem vida pessoal, dedica a maior parte do seu tempo ao trabalho, e quando não esta trabalhando você pode encontrá-la facilmente em sua casa, montando quebra-cabeças ou fazendo compras online. Mais isso esta prestes a mudar e quem não tinha nenhum, vai ter dois pretendentes e muitos problemas com os quais lidar.

É perigoso que as criaturas sobrenaturais saibam o nome verdadeiro de um xamã, por isso eles usam codinomes, o de Eugenie é Odile Cisne Negro, sendo um dos nomes mais temidos do Outro mundo, assim se descobrirem seu nome muitos com certeza iriam querer vingança. Mas Eugenie se dá conta de que algo esta errado quando as criaturas começam a abordá-la pelo seu nome e pior em vez de vingança, passam a ter um comportamento totalmente lascivo quando estão na sua presença.

Preciso fazer uma pausa para dizer que a minha querida Richelle construiu um mundo mágico com as criaturas mais pervetidas que eu já li na minha vida. Todos estão sempre dispostos para o sexo (a sós ou em público), e sendo a questão da fertilidade um ponto tão importante entre eles, eu até entendo, mas para piorar a situação da libertinagem, é muito raro uma fecundação entre dois seres mágicos, por isso muitos Nobres (criaturas mágicas) raptam humanas e as transformam em escravas sexuais para poderem ter filhos #tenso.

E é exatamente um caso assim que chega as mãos de Eugenie, uma garota de 14 anos foi raptada, e seu irmão pede sua ajuda para poder recuperá-la. Já faz mais de um ano que ela esta em poder de um dos Nobres, e mesmo sendo arriscado ter que ir até o outro mundo para trazê-la de volta, Eugenie depois de experimentar na própria pele o quão luxuriosos os seres mágicos podem ser, decide ir atrás dela.

Um decisão que mudará sua vida, pode parecer uma missão simples de resgate mais, ir até o Outro Mundo fará com que Eugenie enxergue a realidade de um modo totalmente diferente, ainda mais quando descobre que o seu passado tem relação direta com aquele mundo que ela parece tanto odiar.

Ao mesmo tempo vamos acompanhando a relação de Eugenie com Kyo, um homem extremamente sedutor, que ela conheceu em um bar e com o qual teve uma noite completamente arrebatadora. E para por mais lenha na fogueira ainda tem o encontro explosivo dela com um Nobre que ajudará muito em sua estadia no Outro Mundo.

Sabe, o motivo pelo qual eu não gostei do livro é que a autora gastou um par de páginas com os ataques que a Eugenie sofre, isso por que todos, eu digo todas as criaturas (machos) do submundo a querem é, desse jeito mesmo que vocês estão pensando, por isso ela sofre vários ataques sexuais (essa que vos escreve cometeu um grande engano nessa última frase, a Eugenie não sofre nenhum abuso sexual, só ocorrem tentativas, não posso dizer por que é spoiler, mas não ocorre nenhuma relação sexual que ela não consente, desculpem pelo engano.). Mas quando chega no final, é tipo puf acaba muito rápido e por isso eu fiquei frustrada.

Quanta as cenas hots eu não tenho nada o que dizer, a não ser que são muito bem escritas, não são vulgares - e eu não dexei de pensar em Dimitri - tanto com Kyo quanto com Dorian, é, por que Eugenie faz sexo com os dois. Aliás, a cena da Eugenie e do Dorian é uma das cenas mais hots que eu já li.

Eu espero que o próximo volume traga uma trama mais sólida, eu fiquei com a sensação de que a autora não soube aproveitar o mundo mágico que ela criou, eu sei que eu não tenho nenhum gabarito técnico para fazer uma análise mais fundamentada, mas foi a sensação que eu tive lendo o livro.
Nota:

19 comentários:

  1. Confesso que já tinha visto esse livro em alguns blogs mas não fazia ideia do que se tratava e sua resenha me deu uma ideia geral do que esperar =/ Que pena que a autora não soube explorar o mundo que criou, mas quem sabe nos próximos volumes ela faça isso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Richelle é uma das minhas autoras favoritas, mais esse livro não me deixou sem folego como acontece com Academia de Vampiros, a história não é ruim mas ficou confusa para mim, já me disseram que o próximo volume fica melhor *torcendo*.

      Excluir
  2. Nunca li nada da Richelle, mas só leio elogios a ela, só que não gosto de livros que abordam muito sexo :X Me interessei por esse tratar de seres sobrenaturais, e por ter uma xamã como protagonista, não sabia o que era uma xamã até ler sua resenha, mas as cenas hots não me agradam :/ rs

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você precisa conhecer Academia de vampiros, a Richelle eu amo, mais esse livro não me agradou muito, nem achei que o livro tem muita cena de sexo, eu achei que ele deveria ser menor, mais enxuto, ficaria muito melhor.

      bjs

      Excluir
  3. Não sinto vontade de ler esse livro, sinceramente! Já li muito sobre ele... Adorei a resenha! Essa capa é linda, né? ...
    Beijos
    Lendo de Tudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado eu não gosto muito da capa, já a história eu achei mal aproveitada, mas como eu gosto muito da Richelle, eu vou querer ler o próximo.

      Excluir
  4. Amooo muito esse livro. Mas não é o mais hot da Richelle,se você não leu o segundo vai ficar babando,o segundo consegue ser 100+ vezes melhor do que o primeiro..=P
    O que mais acho hot da Richelle é a saga "A canção do Sucubo",porem não é tão dramático quanto o Darren e o Kiyo.(Team Darren).Adorei sua resenha,ficou ótima.
    Tenha uma ótima semana, se puder da uma passadinha no meu blog.*-*
    Mariana - World of Tori Vega.
    @mariworldoft_

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida obrigado, sério mesmo que o segundo é melhor, é o que eu mais desejo, vou aguardar o lançamento.

      Beijos

      Excluir
  5. Ahhh Juh, Ameiii a resenha, o livro parece muito interessante, mesmo não sendo perfeito... rs
    Mas olha no início da sua resenha me lembrou um pouca a série A Mediadora que estou lendo, a missão das duas são parecidas, mas claro, em um cenário bem diferente, digamos que em a Mediadora não tenha tanta luxúria, sim mais romance. rsrs Mas me interessei.

    Ótima resenha. Parabéns!!!

    Beijooos
    Jaque - Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro e não fazia ideia de que ele era erótico. Um coisa, a Eugenie sofre vários abusos sexuais e tudo bem? Não entendi se tem um drama por trás, e provavelmente deve ter. Não curto estupros, então não sei o que pensar sobre esse livro.

    Beijos,
    whosthanny.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Juliana tudo bem?
    Bem, essa é a primeira resenha que leio sobre o livro, fiquei até curiosa, mas confesso que ao mesmo tempo estou com um pé atrás. Achei um pouco estranha a temática da estória, e pelo que você disse, tive a impressão de que o livro inteiro se resume basicamente nos ataques sexuais sofridos por ela, o que é uma coisa que não me agrada muito, mesmo sendo um livro mais hot. Gostei da resenha, mas acho que provavelmente não darei uma chance ao livro por enquanto, talvez depois quem sabe.
    Abraços.
    Amanda Almeida

    ResponderExcluir
  8. Oie,
    Sabe que eu nunca li nenhum livro hot, que vacilo neh rsrsrs
    Se fizer algum book tour me fala =D
    Jú meu twitter é: @nandafalleiro
    Não é lá essas coisa pq não tuito nada que presta kkkkkkk
    bjocasss

    ResponderExcluir
  9. Não sei se gosto ou não de livros hot, mas já me falaram que esse livro era bom, pena que com você não foi o mesmo, mas ainda quero ler para saber o que eu vou achar.

    beijos, Lu
    Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  10. Oi Ju!
    Eu sou louca pra ler esse livro! Por ser erótico e sobrenatural...achei a estória que você contou muito boa apesar de você não ter gostado vou conferir...

    Beijokas
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Nossa, pela sua resenha eu imagino muuuuuuuuuuuuuuuuuuuitas cenas de sexo, tipo, pelo menos umas 100 páginas do livro só disso! haha
    O que não é de um todo ruim /apanha
    Well, eu gostei, apesar de achar suas criticas bem pertinentes, parece ser um mundo criativo e diferente, apesar de toda essa tensão sexual... hahaha

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Não sei pq mas eu não gosto muito livros hot-hot rs
    Mas comprei "A Filha da Tempestade" pq gosto da autora ;)
    Gostei bastante da resenha Juh!Adoro ler resenhas sinceras (:

    Tem resenha nova lá no blog, quer ler?
    http://falleninme.blogspot.com/ Desde já obrigada!

    -PatyScarcella

    ResponderExcluir
  13. A sua resenha está ótima, como sempre, mas eu não me senti atraída pelo livro, é claro que talvez um dia eu ainda o pegue para ler, nada me impede, mas não é um livro que eu tenho vontade de colocar na minha wishlist e correr para a livraria comprar entende?

    Adoro os livros que você posta. Beijos.

    Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  14. Gostei muita da resenha! Mas não me interessei pelo livro! Na verdade, eu não gosto muito desse gênero de livros, não!

    Beijos

    http://chicklitobsession.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Ju!
    Tenho bastante vontade de ler esse livro, mas desanimei um pouco com os comentários sobre o fechamento da série e, eu sei isso não é uma desculpa, mas ainda não tenho coragem de pegar esse livro pra ler. Eu adoro a Richelle e a série Academia de Vampiros e ainda estou louca para ler Georgina Kincaid, com o primeiro livro A Canção do Súcubo. Só que A Filha da Tempesdade parece que tem o poder de me repelir, hahaha'
    Beijos
    http://thebooksthief.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.