Resenha: As Irmãs Grimm #1 - Michael Buckley / Pandorga




Ano de Lançamento: 2005
Título Original: The Sisters Grimm: The Fairy Tale Detectives
Páginas: 280

Quando eu e minha irmã entramos na livraria, o primeiro livro que chamou a atenção dela foi esse, As Irmãs Grimm, e quando ela me mostrou eu já senti uma enorme vontade de levá-lo , e depois de ler a sinopse, eu tive certeza, e mesmo não tendo mais espaço na estante, e tempo para ler toda minha enorme fila de livros, eu comprei, e se você quer saber, passei na frente de todos os outros.

Para quem leu a resenha de Fábulas (e para quem não leu, é só clicar no link), deve estar lembrado de que comentei sobre a polêmica que rola entorno da HQ e da série Once Upon a Time, que os produtores de OUAT plagiaram a HQ, história que parece ganhar força pelo fato de que a emissora que transmite o seriado, esteve em negociação para uma adaptação da HQ, o que acabou não acontecendo.

Porém, Bill Willingham, criador da HQ, para aplacar a fúria dos fãs, deu uma declaração dizendo que para ele não houve plágio, e sim, que as histórias têm uma mesma premissa, e sendo assim, lógico, tem semelhanças.

E, você deve estar se perguntando por que eu estou falando isso de novo, pelo simples fato de que, em As Irmãs Grimm nós temos essa mesma premissa de novo, o que de certa forma, vem somar com a declaração do Bill, de que se você que contar uma história com personagens de contos de fada no mundo moderno, colocá-las para morar todas numa mesma cidade, é meio que um caminho natural a se seguir.

Eu achei a sinopse um pouco ambígua em relação à idade das irmãs Grimm, achei que elas seriam um pouco mais velhas, mais foi uma surpresa bastante agradável quando descobri que elas eram bem novinhas, 11 e 7 anos, isso por que eu adoro histórias infantis. Você deve estar se perguntando se eu não vi a capa do livro, que deixa bem claro que, as meninas são novinhas, é, bem, sim, eu vi, mas, não prestei atenção, eu sou assim, me aceite.

Sabrina e Daphne Grimm estão passando por maus bocados desde que seus pais desapareceram, ou de acordo com a mais velha das irmãs, as abandonaram. Durante um ano e meio, elas foram mandadas para diversos lares adotivos, dos quais tiveram que fugir de padrastos esquisitões, até que a assistente social (que é um tanto malvada, e estou dizendo isso por que todas as assistentes sociais que eu conheço são boazinhas, e nunca dariam beslicões em menininhas) que cuida das meninas, consegue localizar a avó delas, que passa a ter a guarda.

Sabrina (principalmente) e Daphne recebem a notícia desconfiadas, isso porque, o pai delas sempre disse que a vovó Grimm, havia morrido há muito tempo, então como pode aquela senhora estar falando a verdade? Por que o pai nunca mentiria para suas filhas.

Relda Grimm, mora numa cidade bem pequena, e é uma senhora bastante simpática, que acolhe as netas de forma bastante carinhosa. Porém, Sabrina, desconfia de tudo que a senhora diz, por que para ela, a suposta avó não passa de uma lunática, que quer fazer mal as meninas de alguma forma. Já Daphne, recebe a avó muito mais calorosamente.

O comportamento da vovó Grimm é bastante suspeito. Ela fala de gigantes, pés de feijão, bruxas, seres da floresta, como se eles realmente existissem, e esta mais do que convicta de que a casa de um fazendeiro foi pisoteada por um gigante, e a sua memória foi apagada por uma bruxa a mando do prefeito Encantando, o que faz com que Sabrina, tenha cada vez mais certeza de que a senhora é a mais doida dos pais adotivos que já teve.

Mas a vovó Grimm parece ter uma história bastante plausível para explicar todas as coisas estranhas que estão acontecendo na cidade.

As meninas têm ancestrais bem famosos, Jacob e Wilhelm Grimm, e o livro que eles escreveram não se tratava de fantasia, mas era um registro das travessuras das criaturas mágicas, que na época deles, estavam sendo perseguidos, chegando numa inevitável batalha com os seres humanos, por isso os irmãos, trouxeram diversos Sobreviventes para morar nos EUA, um país novo e pouco habitado, e com isso conseguiram evitar um confronto.  Mas com a inevitável expansão territorial americana, mais e mais seres humanos, foram morar em Ferryport Landing, fazendo com que os Sobreviventes se sentissem mais uma vez ameaçados, até que um plano foi descoberto, um pequeno grupo revolucionário queria exterminar os humanos e conquistar novas terras, para evitar a guerra novamente, Wilhelm fez um acordo com bruxa mais poderosa da cidade, e assim lançou um feitiço, prendendo todos os sobreviventes ali, inclusive os próprios Grimm, que tem como missão manter tudo sob controle.

Mas, nada disso deixa Sabrina impressionada, na verdade, agora ela tem certeza de que a suposta vovó Grimm tem mesmo é muitos parafusos a menos, e pretende fugir dali o mais rápido possível com a sua irmã.

Porém quando você dá de cara com um prova tão irrefutável, quanto um gigante bem na sua frente, talvez você comece a acreditar. E quando a vovó Grimm acaba sendo sequestrada pelo monstro, caberá suas netas encontrarem a solução para esse terrível problema, e assim, mesmo tão novinhas, as duas irmãs farão de tudo para salvar a única família que lhes resta.

Sabe o que eu achei mais fantástico nessa história, é que além de contarmos com personagens dos famosos contos de fadas, também encontramos personagens das grandes obras da literatura, de autores como Shakespeare e Lewis Caroll. Mais uma vez o Príncipe Encantado se mostrou um idiota, e assim como em Fables, aqui nesse livro, ele também foi casado com diversas princesas. E o Lobo Mau mais uma vez me surpreendeu.

Apesar de parecer estranho garotas tão novinhas tendo que enfrentar algo tão perigoso, quanto um gigante, não se preocupe, elas são Grimm e é isso o que eles fazem. 

Nota:

23 comentários:

  1. Adoro contos de fadas e a ideia desse livro é muito boa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adorei a ideia do livro, ainda mais por misturar os contos de fadas com os clássicos da literatura.

      Excluir
  2. Bah, amei o que li desse livro! Não o conhecia, com certeza quero lê-lo, mas dou prioridade ao livro dos Irmãos Grimm, que é meio difícil de achar pra comprar né?! :/

    Beijos ><
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também quero o livro dos irmãos Grimm, eu vi uma edição que tem umas analises bem interessantes, acho que no submarino tem.

      Beijos

      Excluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Miga amei sua resenha, assim como vc tbém adoro essa temática.
    Fiquei com vontade de ler \o/
    bjos e te espero lá no meu LVP viu!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além da temática se super interessante, é um livro infantil, que eu simplesmente adoro.

      Beijokas

      Excluir
  5. Olá!!!
    Adorei a trama do livro, parece ótimo!!!
    Vou procurar pra ler pois me interessei muito!!!!
    Parabéns pela resenha!

    Beijos
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara, o tema do livro é adoravel, contos de fadas estão na moda, e eu adoro, porque o tema é tão rico, e pode ser explorada de várias formas.

      Obrigado, beijokas.

      Excluir
  6. Li em algum lugar sobre super 8: crianças divertidas e corajosas são melhores protagonistas do que adolescentes - de qualquer idade. Mesmo amando YA, não posso deixar de concordar com isso. Livros com crianças como protagonistas são raros, mas quase sempre são bons...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente, adoro livros protagonizado por crianças, as histórias realmente tendem a ser melhores.
      Eu quero muito ver Super 8.

      Beijos

      Excluir
  7. Eu amei a sua resenha! *_* Até então eu não conhecia esse livro, mas agora eu estou muito interessada em ler. Adoro livros infantis de fantasia, é o meu vicio! Espero que eu goste desse também! (:

    Beijos,
    http://chicklitobsession.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É viciante mesmo. Eu adoro livros infantis, histórias assim nunca me decepcionaram. É tão gosto de ler. Esse livro é uma fofura. Estou ansiosa para ler os outros volumes.

      Beijos

      Excluir
  8. Não conhecia esse livro, fiquei com muita vontade de ler! Mas tem um outro livro que quero ler faz tempo, dos Irmãos Grimm. Tem algum livro sobre eles aqui em casa, se eu não estiver louca, mas e a preguiça de procurar? hahahaahah
    Às vezes eu fico espantada com a idade de muitos personagens de certos livros, parece que os autores não param pra pensar nisso, sabe? Em contos de fada é normal os personagens serem crianças, mas mesmo em outros livros eu acho que muitas vezes a idade não bate com a história *chatinha* heheh

    Exatamente, eu entendo que em alguns momentos as pessoas não aguentam mais, eu já passei por isso, mas por mais que eu já tenha desejado que tudo simplesmente acabasse, eu não consigo pensar na ideia de me matar. Mas é como eu disse, cada um pensa de um jeito né e nem todo mundo consegue segurar a barra :/ Fiquei bem triste com a história e leia sim. Eu li em e-book, mas agora faço questão de ter o livro aqui hihihi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Raquel, sabe o que eu acho, tem autores que se esquecem de que estão estão escrevendo uma história infantil, e coloca personagens com atitudes mais adultas, não que não exista crianças mais racionais, mais eu acho forçado.

      Também já passei por momentos dificies, e sei como não é ter mais esperanças de melhora, mas também não teria coragem. Eu também quero o livro.

      Beijos

      Excluir
  9. Que legal esse livro!!!!!!! Não sabia da existência dele O.o e agora fiquei doida pra compra-lo. Até pq fantasia é comigo neh...
    Jú respondendo seu coments lá no blog, a protagonista do livro é tão parecida com a bela swan que dá até nervoso, principalmente por ela querer transar com ele o tempo todo e ele não pode pq tem um segredo e tals. Me senti tendo um deja vu literário. Ia colocar isso na resenha mas meu marido achou muito ofensivo pois a própria autora me deu o livro. Tô chateada até agora por não ter posto, acho que é o primeiro post mais politico que faço e definitivamente não gostei...
    bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Fê, acho que você devia colocar sim, não acho ofensa não, acho que devia ter o alerta Complexo Bella Swan, toda vez que alguém achar que tal personagens sofre dessa doença grave. Nem todo mundo gosta da personagem, assim quem gosta pode se identificar de cara com a história, e quem não gosta pode ter a opção de ler ou não.

      Fantasia na veia!

      Beijos

      Excluir
  10. Ola Ju, eu tb não sabia deste livro, até pq eu até agora só conhecia os irmãos grim, achei super legal ter uma "versão feminina", sem contar que adoro Contos de fadas.. ja anotei o nome do livro e vou procurar mais informações dele.. Beijoss
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro contos de fadas também, por isso quando vi esse livro, logo me encantei.

      Beijos

      Excluir
  11. Oi Juliana,tudo bem?
    Também não conhecia esse livro.
    Em quase todos os livros as assistentes são duronas.
    Espero ler em breve, adorei sua resenha!
    Boa Semana.

    Mariana - World of Tori Vega.
    @mariworldoft_

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, é verdade sobre as assintentes, elas são duronas mesmo.

      Beijos

      Excluir
  12. Adorei a resenha, e confesso que teria morrido de medo da vovó rsrs Sempre tenho medo das vovós se transformarem em algo maligno xD
    Amei a capa do livro e achei a idéia das meninas Grimms bem legal...
    Na verdade, as histórias dos Grimms são bem sinistras, pra apavorar as crianças rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As meninas Grimm, são umas fofuras.

      Beijos

      Excluir

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.