Resenha: Ladrão de Olhos - Jonathan Auxier / Leya



Título Original: Peter Nimble and His Fantastic Eyes
Ano de Lançamento: 2011
Páginas: 424

Cheguei a uma conclusão, que já deveria ser óbvia para mim, que meus livros favoritos são fantasias infanto-juvenis, isso deve explicar o quanto eu fiquei empolgada quando li a resenha de Ladrão de olhos no blog Fallen In Me, foi amor à primeira vista, fui dominada pela sensação “preciso disso agora”, e foi o que eu fiz.

Só demorei um pouquinho para ler, por que estava passando por um período difícil, onde nenhum livro estava me interessando. Mas passado esse período negro, me dediquei a leitura desse livro, e QUE FOFURA MAIS LINDA, eu amei demais.

Logo de cara eu fiquei com uma dó danada de Peter, primeiro por que ele foi abandonado e jogado em um cesto no mar, isso lhe custou a visão, por que nesse período que passou até ser encontrado por alguns marujos, pássaros o cegaram.

É ou não é para ficar com dó do menino, ele nunca mais encontrou os pais, cresceu nas ruas de uma cidade portuária, e por ali ele praticou a arte da ladroagem, o fato de não poder enxergar aprimorou seus outros sentidos, e desde muito pequenininho, já era conhecido como o maior ladrão que já existiu.

Essa sua habilidade incrível logo chamou a atenção do charlatão Sr. Seamus, que lhe prometeu mundos e fundos, e o convenceu a ir morar em sua casa, onde teria comida, uma cama para dormir e até um bichinho de estimação. Mas não era nada daquilo, o Sr. Seamus queria era explorar a habilidade de Peter, e viver daquilo.

Peter era obrigado a roubar para sustentar o sr. Seamus, que só o maltratava, mais mesmo assim ele não ia embora, não tinha mesmo para onde ir e por isso ele aguentava todo aquele sofrimento.

Mas tudo mudou em sua vida quando um dia ele se deparou com um vendedor na praça local. Por não ter a visão, os outros sentidos de Peter são bastante aguçados, principalmente o olfato, quando ele encontrou a aglomeração na praça, logo foi atraído por um cheiro muito diferente que vinha da carruagem do caxeiro, que o pegou roubando e o obrigou a participar de sua apresentação, mais assim que surgiu a oportunidade ele foi averiguar ao que pertencia àquele cheiro.

Quando Peter arrombou a carruagem, não fazia ideia que ia de encontro ao o seu destino, o que ele encontrou na carruagem foi a coisa mais estranha que já havia encontrado na vida, uma caixa com três pares de olhos, que ele descobriu mais tarde que eram mágicos.

Depois de encontrar os olhos maravilhosos, a vida de Peter mudou para sempre, ele se viu no meio de uma jornada fantástica, que dependia somente dele, para encontrar um reino perdido, e mesmo que ele não saiba, sua própria história.

E nessa jornada ele terá a companhia de alguém, muito, muito, muito diferente, Sir Tode, um cavalheiro aprisionado a um corpo metade gato, metade cavalo por um feitiço há muito tempo, e juntos eles enfrentarão um terrível deserto cheio de prisioneiros, corvos de bicos afiados, um tirano sádico e monstros marinhos para libertar o reino esquecido.
                                 
Esse livro vale muito a pena, e apesar de ter quatrocentas páginas, elas passam voando,  por que não dá para parar de ler, e torcer para que Peter Nimble, tenha um final feliz. 

Acho que vale a pena ressaltar que esse livro apesar de parecer uma fantasia, fica melhor classificado como uma história fantástica, por que sim, essas categorias são diferentes, o que eu não fazia idéia, até ler no blog da Mel, Livros de Fantasia, a respeito:
"O fantástico não apresenta qualquer explicação, as coisas simplesmente acontecem. Não há regras, não há história, não há criação de mitologia nem razões de ser. De repente o personagem entra num mundo mágico (ou em mundo estranho e diferente, não necessarimanete mágico) sem pé nem cabeça e passa por uma experiência fantástica."
E o livro é assim, ele não te dá explicação do por que a magia que ela apresenta funciona, ela simplesmente acontece, não tem razão de ser, mais está ali. Outra coisa muito interessante, e que me lembrou uma das coisas que eu mais gosto em Desventuras em série, é que muitas vezes o autor se dirige diretamente ao leitor, o que torna a leitura muito mais prazerosa.

Nota: 

14 comentários:

  1. É claro que pode participar do Book Tour, Jú *-*
    Envie seu endereço completo pra mim no meu e-mail: daniviolino@hotmail.com :)

    ResponderExcluir
  2. Eu quero muuuuuuuuuuuu(...)uuuuuuuito esse livro *O*

    ResponderExcluir
  3. Oi JU!
    A estória parece ótima mesmo, penas que não gosto muito de juvenis...
    ótima resenha!
    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu ja li esse livro e tb gostei muito. O final eu já descobri logo de cara rsrsrsrs
    Espero a continuação dele agora
    Adorei a resenha!

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  5. Acho que tenho uma queda por fantasias infanto juvenis, esses livros me trazem pra um mundo completamente diferente e o sentimento é tão bom, não dá pra não gostar. UASHAUHSUAUHSA Eu realmente adoro.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  6. Adoro fantasias infanto juvenis e adorei o jeito como você escreveu e vendeu o livro suuper bem, consegui ficar interessadíssima *-* haha.
    Outro detalhe liindo: que classificação é essa? sou louca pelo capitão américa, haha. Muuuito linda, amei de verdade, rs.
    Tô seguindoo flor :**
    beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ju!
    Eu estou bem curiosa a respeito desse livro. Não é nada que eu diga: "vou morrer se não ler", mas é um livro que já coloquei na minha lista de desejados. <3
    Adoro livros na temática de fantasia infanto-juvenil (marcou minha infância).

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  8. Oi Juh ;)
    AAAAH q lindessa que é saber que uma resenha nossa
    te fez ler "Ladrão de Olhos" *-*
    É mesmo um livro perfeito neh? Fico muito feliz que vc tenha gostado tanto quanto eu!!! O Peter é uma fofura neh? (Quase roubei o livro da Rê pra mim kkkk)Eu fiquei tão encantada com o livro que no fim já nem queria terminar, ai perguntei ao autor no Twitter se teríamos uma continuação e ele respondeu q siiim! (eu em estado de alegria gritante!) rs

    Bom eu tbm tinha um pé atrás com pobre Alyson Noël desde minha desilusão com a série "Os Imortais", mas "Sonhos" realmente me conquistou ;)

    Tem post novo lá no blog, quer ler?
    http://falleninme.blogspot.com/ Desde já obrigada!

    -PatyScarcella

    ResponderExcluir
  9. Estou na pilha pra ler esse livro desde que eu vi a primeira resenha sobre ele, faz um tempinho. Mas como dinheiro virou mito na minha vida, to só ignorando a capa mágica desse livro até meu aniversário chegar. :B
    Cara, que história mais meiga. Me lembra tanto o Neil Gaiman gostoso com as histórias lindas e geniais, e um pouco de algumas histórias infantis menos Disney.Meh, preciso desse livro e aceito doações. D:

    ResponderExcluir
  10. Eu queeeeeeeeeeero! Ainda não conhecia esse livro, mas como já falei várias vezes (aqui no seu blog, mesmo), tenho em comum com você o fato de gostar de fantasias infanto juvenis. Fora que a estória parece ser super autêntica. Vou procurar para comprar já!

    Beijos,
    http://chicklitobsession.blogspot.com.br/

    P.S.: Aceita parceria com o meu blog?

    ResponderExcluir
  11. Também gosto de infanto-juvenis, sobretudo aqueles com crianças como protagonistas - adolescentes são chatos as vezes hihi.

    ResponderExcluir
  12. Oi Ju, eu quero muito esse livro! Devo ter visto ele na livraria umas quatro vezes, mas não levei porque já estava levando outros e a minha mãe não quis ajudar, haha.
    Além disso, assisti Harry Potter hoje e a minha vontade de ler fantasia aumentou ainda mais. Um livro de fantasia que acho que você iria gostar é As Crônicas de Spiderwick da Holly Black. Ei ainda não li, mas quero muito ler.
    Beijokinhas :)

    ResponderExcluir
  13. Ganhei esse livro no meu aniversário e tô louca para ler, mas antes preciso terminar os livros que já estão iniciados (sete, vc acredita) =/
    Mas acredito que no máximo em outubro vou ler esse lindo livro.
    Adorei sua resenha, parabéns pela escolha.
    bjos

    ResponderExcluir
  14. Estou tentando me afastar de fantasia infanto-juvenil, mas, não consigo. Quando vejo resenhas de livros assim fico com enorme vontade de ler que só passa quando eu leio >< mais uma sugestão para minha lista de futuras leituras ^^ Só pelo que falou na resenha já deu dó do personagem principal u.ú ótima resenha ^^

    Beijos
    @PollyanaCampos
    entrelivrosepersonagens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.