Dia da Meg: Ela foi até o fim / Galera Record


Título Original: She Went all the Way
Ano de lançamento: 2002
Páginas: 399

Para mim, esse tipo de romance só funciona se for escrito pela Meg, eu sou apaixonada por suas tramas, que podem não ser as mais originais do mundo, mas que são tão agradáveis de ler, e combinam tanto com os personagens e com o clima romântico que só ela é capaz de criar.

Esse livro não tem um plot muito diferente do último dela que eu li, Todo Garoto Tem, porém, eu gostei mais do Jack e da Lou como casal, acho que funcionaram melhor, os protagonistas do outro livro se apaixonam rápido demais, e eles mal se conheciam. Já o casal protagonista de Ela foi até o fim, nutre uma antipatia mútua há bastante tempo, e o romance acontece por que era uma coisa iminente, só precisou de um empurrão do destino.

Lou Calabrese é uma famosa roteirista de Hollywood, a franquia CopKiller, seu primeiro trabalho, já está no quarto filme e é um sucesso mundialmente, e ela acaba de receber o Oscar pelo filme, Hindenburg, um triunfo do espírito humano. Mais sua sorte e talento no campo profissional não se aplicam ao sentimental, Lou tem um relacionamento longo e desgastado com seu namorado de escola, Barry Kimmel. Mais ela o amou, tanto que escreveu Hindenburg para alavancar a carreira de seu amado, e conseguiu, o que recebeu em troca? Um belo pé na bunda.

“Tem muitos peixes no mar... e seu barco ainda vai pescar muitos...” pág. 63.
Mensagem de ânimo do pai da Lou

Mais não há nada ruim que não possa piorar, Barry – só eu acho esse nome engraçado – que passou o relacionamento de dez anos dizendo que não estava pronto para um compromisso mais sério, se casa poucas semanas depois da separação, com a estrela de Hindenburg, Greta Owlston. E para ficar mais um pouquinho pior, Greta é ex-namorada de Jack Townsend, ator principal da franquia Copkiller, e desafeto número 1 de Lou, desde, quando ele mudou uma fala do seu roteiro que virou um bordão tão popular quanto hasta la vista baby.

Jack Townsend é o típico mulherengo, lindo, inteligente e sedutor, mais eu não o vejo como um safado/cafajeste, as mulheres se envolvem com ele na esperança de se tornarem a Sra. Townsend, mesmo tendo plena consciência de que isso não vai rolar. E esse é um dos vários motivos pelo qual Lou não gosta dele, ele partiu o coração de sua melhor amiga. Jack também não nutre muitos sentimentos positivos sobre Lou, para ele, ela não passa de uma roteirista egocêntrica que não admite que os atores improvisem seu texto, e como vingança escreve sequências em que o seu personagem se vê em uma sorte de lugares diversos e adversos sempre de pouca roupa.

Além de estar enfrentado o devastador casamento do seu ex-namorado, Lou ainda tem que ir até o Alasca tentar convencer o diretor do seu ultimo filme, a não explodir uma mina velha, o que esta provocando uma onda de protesto de ambientalistas e produzindo um marketing negativo à franquia Copkiller, e para chegar ao set de filmagem ela precisa pegar um helicóptero com ninguém mais ninguém menos que, seu maior desafeto, Jack Twosend.

E se as coisas estavam ruins em todos os sentidos, nessa viagem, só tendem a piorar, isso só pode ser karma, por que de outro modo, Lou não se veria presa e perdida no meio do Alasca com a pessoa que ela menos gosta na vida, depois de sobreviver a um acidente com a aeronave e durante a maior nevasca dos últimos tempos.

“Qual é o problema de vocês, homens?  Não conseguem ficar sozinhos nem por uma semana? Quem é, Towsend? E eu juro que se você falar que é a Angelina Jolie, mato você de verdade.

E ficar sozinha com Jack Towsend, significava que ela tem que conversar e conviver com ele durante esse período catastrófico de sua vida. Mas, será assim tão ruim conhecê-lo melhor?  É isso que ela vai descobrir.

A narrativa do livro é o meu tipo preferido, em terceira pessoa, e apesar de ser narrada do ponto de vista de algumas pessoas ligada aos personagens principais, a maior parte dela é intercalada pelo ponto de vista dos protagonistas, que vivem em pé de guerra, com diálogos hilários e nonsense, e se aproximando cada vez mais.

Mais uma vez preciso mencionar que a Galera Record cobra muito caro pelos livros, a Meg é uma autora famosa e muito querida entre os leitores brasileiros, sabemos que seus livros são bem populares, então, vale a pena colocar os preços dos livros sempre na faixa entre 35 e 50 reais, afastando muitos leitores que não acham justo esse preço, por que, nem eu que SOU SUPER FÃ DA MEG, estou disposta a pagar esse valor todo pelos livros, imagina quem não conhece e quer conhecer, você pagariam um valor alto por um livro que vocês não sabem se vão gostar ou não? 

- O que você pensa que esta fazendo?
Jack não estava acostumado a receber perguntas quando estava cortejando uma mulher. Ele tentou achar uma resposta lúcida – mas era difícil manter a lucidez com aquele perfume de laranjas saindo dos cachos dela.
- Eu? Estou te consolando.
- É – Ela se soltou do braço dele e ficou de pé. – Então me faça um favor – disse ela, a voz embargada pelas lágrimas, mesmo que já tivesse parado de chorar. – Console-me a distância.


Nota:

24 comentários:

  1. é amiga, são livros caros mesmo, mais as vezes tem promoção, porém acho que a Rocco ganha em ser mais cara..
    Agora eu quero esse livro tb, to em dívida com a Meg..
    Vou colocar este livro nos desejados.. ^^

    bjs
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, a sorte são as promoações do submarino, e as vezes compro no Estante Virtual.
      Eu adorei o livro, ri horrores.

      Bjs

      Excluir
  2. Não sabia do que se tratava o livro, gostei da história! É bem a cara da Meg mesmo xD

    ResponderExcluir
  3. Oie!

    Não conhecia este livro da Meg, mas ela tem vários que fica até difícil de saber todos por nome, rs. Como você falou, as histórias da Meg podem não ser muito originais ou muitas delas serem parecidas no enredo, mas não dá pra negar que a Meg é uma das maiores escritoras do gênero chick-lit. Acho que ela ganha de todas!

    Bjins

    www.dicasoutravessuras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, acho que são mais de 60 livros, fica dificil conhecer todos.
      É verdade as historias são um pouco parecidas, mais cada uma tem seu charme. É por isso que é tão bom.

      Bjs

      Excluir
  4. Essa foi a resenha de Ela Foi Até o Fim mais legal que já li. Eu tinha muita vontade de ler o livro, mas não encontrei resenhas muito positivas sobre ele e isso foi me desanimando, sabe? Por mais que eu seja fã da Meg, o valor, como vc msm disse, pesa um pouco no nosso bolso, então risquei ele da lista por um tempo. Mas agora a vontade de ler voltou \o/

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse foi um dos últimos livros da Meg que eu conheci, confesso que se eu não tivesse conseguido ele em uma troca eu levaria mais tempo para ler, a história é boa, apesar de, eu acho que tem umas expressões que ficaram mal colocadas, mas só isso. Os preços afastam mesmo.

      Bjs

      Excluir
  5. Concordo com relação ao preço, o que sempre me salvou foi o Submarino e a Saraiva, mais o Submarino rsrs Adoro a Meg e também acho os livros mega caros, nossa!!! É uma pena, porque se fossem mais baratos venderiam igual sorvete no verão ;) Quero ler esse livro, vindo dela só pode ser coisa boa *-----------*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi DAni, concordo totalmente com você, se os livros tivessem um preço mais acessível, teria uma venda muito maior, as pessoas gostam dos livros da Meg, e querem sempre ler alguma coisa dela, mas com esse preço, fica dificl.

      Bjs

      Excluir
  6. Eu já li esse livro e gostei muito. Achei meio enrolado no começo, mas é super bacana a história e o modo como os dois se envolvem rsrsrsrs na marra.

    Tb acho que os livros dela estão muito caros. São tão bacanas que deviam ser mais acessíveis...
    Adorei a resenha! Parabens!

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei o começo tão engraçado, o final é bom, mas a parte que eles ficam perdidos é minha parte preferida.

      Bjs

      Excluir
  7. Mais uma vez amei sua resenha e acho essa coluna linda!!!!!
    Concordo com vc, os livros dela deveria ser no máximo trinta reais, eles estão lançando alguns em versão viravira quem sabe um dia lançam esses que vc vem mostrando aqui, sei que tem alguns da serie da princesa mia, a garota americana e não lembro da outra. É uma opção né???.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que as edições virara são uma ótima opção, mas sinceramente, prefiro as edições normais, eu não vejo nada de extraordinário nessas edições para custar tanto assim. Por exemplo, Emily the Strange custou 50 rais, mais o livro tem capa dura, é hardcover, sabe, vale a pena. Agora um livro que não tem nada diferente de um livro que eu compro por trinta ou por menos, não vale a pena.

      Bjs

      Excluir
  8. Hey Ju
    Ahh amei a resenha, super concordo com você em relação à escrita da Meg.
    Enfim,
    Também concordo que a editora cobra super caro nos livros. Não só os dela, mas a maioria.

    Esse livro parece ser mais adulto, já que a moça tem ex marido.
    Quero ler, adorei sua resenha.

    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, esse livro é adulto, contem até umas cenas mais hot, nada explicito, mas tem.
      A história além de, romântica, ainda tem muitas cenas engraçadas e tem até uma ação.

      Bjs

      Excluir
  9. Conheço poucos livros da Meg, justamente pelos preços deles, mesmo eu já sabendo o quão boa é a narrativa dela, deixo de lado investir nos livros dela pra comprar outros :/ Fiquei muito afim de ler esse *O* Gostei dos quotes e a estória, mesmo não sendo muito original, me interessou <3

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Jeni, acho isso problema, porque valeria muito mais a pena, e eu acho que a editora lucraria muito mais, mais essa é só uma opinião.
      Acho que esse é o poder da Meg, mesmo com história um tanto parecidas, ela sabe fazer com que cada uma seja unica.

      Bjs

      Excluir
  10. Meg é simplesmente diva <3
    Esse é um dos livros dela que eu ainda não li, meu sonho é comprar todos, mas os preços não colaboram *-*
    Bom saber que é um bom livro, quem sabe seja uma das minhas próximas leituras dela.

    Beijos,
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu sonho é ter todos também, eu tenho um quantidade significativa por fico catando promoções por aí, ou troco, ou compro no estante virtual.
      Achei essa história hilária, é o tipico casal te odeio, mas acho que te amo. É bem assim.

      Bjs

      Excluir
  11. Eu gostava muito da Meg, cheguei a ler toda a série O Diário da Princesa - encontrei uma alma caridosa que me emprestou - e vários outros livros dela, como a série Quando cai o raio. No entanto, meu mesmo, só tenho UM livro dela. =/
    Às vezes é bom ler um livro assim, mais leve, e a Meg é ótima para isso.

    Beijo!
    Ideias Defenestradas

    ResponderExcluir
  12. Oi Juh!
    Acredita que eu ainda não li nada da Meg? (Eu sei, vivendo em outro planeta rs)
    Gostei bastante da história, apesar de ser previsível me pareceu um romance fofo e descontraído *-* Achei o Jack meu tipo de personagen rs
    Tbm curto narrativas e terceira pessoa ;)
    Adorei a resenha! Me deu muita vontade de ler!
    Sinto muita curiosidade em ler algo da autora, mas tenho que concordar com vc que os preços andam um pouco salgados mesmo rs

    Tem resenha nova lá no blog, quer ler?
    Desde já obrigada!

    Fallen In Me
    - PatyScarcella

    ResponderExcluir
  13. Oi Juliana, tudo bem?
    Eu já namorei e muito esse livro na livraria mas nunca comprei porque, como você disse, acho os livros da Record extremamente caros, por isso, nos últimos tempos estou apelando para os sebos, encontro livros em conta e em bom estado. Com relação a estória, é impossível não se encantar com a Meg, mesmo sendo um clichê mas acho que a forma como ela escreve deixa tudo muito único.
    Abraços,
    Amanda Almeida

    ResponderExcluir
  14. Não importa qual seja a estória, livro da Meg é livro da Meg, hahaha.
    Esse livro é um dos dela que eu não consegui comprar ainda por causa do preço. O último foi A Rainha da Fofoca e eu ainda quero terminar de ler a trilogia, então talvez eu só compre depois. Só se o Submarino resolver fazer uma grande promoção e colocar os livros dela, haha *------------*

    Ju, eu achei no Skoob o livro que tu me falou. Adorei a premissa e já adicionei!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.