Resenha: 13 pequenos envelopes azuis - Maureen Johnson

Acho que minha dificuldade em fazer essa resenha esta na minha relutância em admitir que eu não gostei tanto do livro quanto eu imaginei que fosse gostar. A narrativa da Maureen é gostosa, e para mim fluiu bem, mas a história passa muito rápido, acho que faltou um pouco mais de aprofundamento nas pequenas histórias que se desenrolam a partir da abertura dos envelopes.

Até onde eu sabia o livro contava a história de uma menina viajando pelo mundo, seguindo instruções deixadas pela sua tia já falecida, e basicamente é isso, mas eu esperava que Ginny explorasse mais os locais por onde ela passa, por que se eu estivesse na mesma posição, se passeasse pelas ruas de Paris, Roma, Amsterdã, se desse um rolé na Grécia, ou estivesse de passagem pela Escandinávia, eu iria querer explorar cada cantinho que tivesse direito. 

Mas assim que começa o livro, você percebe que a busca de Ginny, não está em aventuras no velho continente, na minha opinião, Ginny só aceitou partir nessa viagem para poder entender o por que sua tia foi embora sem ao menos dizer tchau. Por isso você até releva a falta de interesse da protagonista aos locais que visita, mas que é frustrante, isso é.

Após a morte da tia, Ginny recebe um pacote no qual contem instruções para que ela parta em uma jornada, essas instruções estão em pequenos envelopes azuis, e cada um só pode ser aberto assim que a pequena missão proposta no anterior seja cumprida. 

Tia Peg havia deixado esses envelopes para que Ginny seguisse em uma viagem rumo ao desconhecido, mas também como uma forma de auto-descoberta, uma forma de as duas poderem interagir pela última vez. Não sabemos logo de começo o que causou a morte de tia Peg, não que isso seja um grande mistério no livro, não é, mas quando descobrimos como ela morreu, percebemos que os envelopes, também foram uma forma de desculpa, por ela ter abandonado a sobrinha, uma forma em que elas pudessem compartilhar suas vidas uma vez mais. 

Não posso deixar de comentar que esse livro é o primeiro de uma série, mais calma, é uma série de dois livros apenas, no final da história acontece uma pequena reviravolta nos planos de Ginny, e a sequência da viagem só termina no segundo volume. Eu só espero que o Keith - ou você pensou que viajando pela Europa Ginny não iria encontrar nenhum gatinho com sotaque irresistível - apareça mais, por que ele é um personagem sensacional, por motivos de, ele usa kilt, é ruivo, escocês, artista, e super sexy. 

Nota:
Eu classifiquei como 4 estrelas por que as notas que eu dou não são quebradas, mas enfim, eu não queria colocar três, então eu deixarei assim, mas classifico como 3,5.

9 comentários:

  1. Ainda não conhecia esse livro. Bem interessante.

    Adorei o blog. Seguindo!
    Beijos
    http://verbosdiversos.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/verbosdiversos

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju, obrigada pelo coment no blog! ^^ Sobre ele, preciso te replicar nisso aqui: " fico me perguntado o que é que a Kelsey tem de tão especial. Eu até gosto da personagem, mas ela toma algumas decisões que me irritam profundamente. Eu sempre digo que detesto triângulos amorosos, mas a verdade verdadeira é que eu adoro secretamente," SIM HAHA, li de alguém por aí nos blogs que não gosta de triângulos amorosos porque sempre se sabe com quem a protagonista fica no fim, não sei se foi você que falou... Enfim, é meio inútil mesmo mas não tem como não gostar se for bem construído, o que é o caso da saga dos Tigres *_* AY ♥ E a Kelsey é legal mas não é TANTO não haha, sei lá. Mas e aí, já leu A Viagem do Tigre?! Quero saber o que você achou *0* Se não leu, assim que ler me avise haha 8D
    E ó, fiquei louca pra ler esse livro da sua resenha só por causa do tal Keith ESCOCÊSRUIVOEUSAKILTAIMINHADEUSADOCÉU *desmaia*
    Bisous!

    ResponderExcluir
  3. E ah, esqueci de comentar, fiquei louca pra ler aquele The Raven Boys que você mostrou ali embaixo! Queria ler também a série Calafrio, dessa mesma autora, dizem que é muito boa. E AMEI sua resenha de O Segredo de Emma Corrigan, eu adoro a Sophie Kinsella, esse livro e outros dela estão na lista dos que preciso ler haha.

    ResponderExcluir
  4. Ainda não tive coragem de ler esse livro... Eu estava com receio justamente por isso... a história se passar tão rápido sabe?
    Creio que darei uma chance a ele mas só quando tiver os dois livros nas minhas mão =)
    Adorei a resenha

    Beijos,
    Carol e seus livros.

    ResponderExcluir
  5. Parece ser legal, nunca tinha ouvido falar... Só fiquei um pouco decepcionada em saber que ela não aproveita muito a suposta visita nos diferentes lugares, mas né. Fiquei curiosa.
    Beijos!

    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Juliana!

    Parece que esse livro é do estilo pipoca, só pra passar um tempo mesmo...já li algumas resenhas e agora, a sua, e me convenci disso!

    A Ginny parece ser uma protagonista meio apática, espero que seja apenas impressão! =P

    Beijos!
    Lygia - Brincando com Livros

    ResponderExcluir
  7. Eu leria, principalmente porque não espero muito do livro. então não me sentiria meio decepcionada como você se sentiu.

    Beijos,

    Carissa
    www.carissavieira.com

    ResponderExcluir
  8. Eu quero MUITO esse livro, mas vai acabar ficando pra depois. Não vou ler em português porque tô com uma certa birra da editora, e tô com preguiça de importar.

    ResponderExcluir
  9. Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre esse livro e gostei muito da sua e acredito que sentiria o mesmo que vc sobre a personagem. Acho essa capa linda, Bjos.

    ResponderExcluir

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.