Resenha: Alma? - Gail Carriger / Editora Valentina


5/5 [Favorito]

Antes de tudo eu tenho que dizer que esse livro superou minhas expectativas, e olha que eu tinha muitas, muitas mesmo, desde que li uma resenha dele no ano passado e aguardei ansiosamente o lançamento da Editora Valentina, como valeu a pena esperar.

Eu escrevi um post sobre Steampunk no mês passado, e me dei conta que ainda não tinha lido nenhum livro do gênero, o que é uma grande incoerência, já que é um dos meus preferidos, então para estrear, enfim escolhi esse, que tem todos os elementos para um livro ser bom para mim, tem steampunk, vampiros, lobisomens, uma mocinha inteligente, um mocinho de tirar um fôlego, um mistério a ser resolvido e um romance arrebatador, não sou nem um pouquinho exigente.

Como é bom ler um livro com uma protagonista que logo de cara você passa a amar, Alexia não só me encantou por ser uma leitora voraz, como também por apreciar um bom prato, e principalmente por ter uma língua afiada e não deixar nada escapar de sua vista. Fiquei com dó dela em alguns momentos, por que por ter descendência italiana, ela foge dos padrões de beleza da Era Vitoriana, e infelizmente sua família - e a sociedade em geral - a faz lembrar disso com frequência, fazendo com que ela tenha baixa-estima. Confesso que me irrito com personagens com esse tipo de problema, mas achei que a autora abordou de maneira bem natural o assunto, já que a pobre da personagem passou a vida toda ouvindo que não era bonita, então dá para entender suas desconfianças quando era cortejada por um certo lobo alfa.

Tudo começa quando Alexia é atacada por um vampiro na biblioteca durante um baile, se defendendo com sua sombrinha a moça mata a criatura, e ela pretendia fugir dali sem ser vista, porém quando estava prestes a sair seus planos são frustrados, forçando Alexia a fingir um desmaio. E sua farsa dura até chegada dos agentes da DAS - divisão do governo responsável pelas investigações de cunho sobrenatural. Na história os seres sobrenaturais são conhecidos e aceitos na sociedade, fazem parte do governo, e vivem de forma bem organizada, principalmente na Inglaterra.

Alexia e Lorde Maccon, chefe da DAS e lobo Alfa, não tem um relacionamento muito bom desde um certo acidente com um porco espinho, e para o Lorde a srta. Tarabotti não passa de uma encrenqueira, ele esta cansado de encontrá-la onde não deveria, metendo o bedelho em assuntos que não são seus, o que o irrita profundamente.

Eu adoro romances em que os protagonistas vivem brigando e discutindo um com o outro, e acho que de todos os livros que já li com esse plot,  nunca encontrei um casal mais brigão que esse, ver os dois discutindo e demonstrando afeição um pelo outro é a coisa mais deliciosa do mundo. A autora não começa um romance do zero, como eu imaginei, pensei que eles fossem demorar um pouco mais para cair de amores um pelo outro, mas não, ela parte de uma tensão que já existia entre os dois desde que se conheceram, e estava mais do que evidente de que era questão de tempo até os dois se pegarem que palavra feia para valer.

Os vampiros e lobisomens vivem em grupos, e tem por obrigação acatar as ordens do governo, como por exemplo, a transformação, apesar de ser difícil, pois implica em questões ainda incertas sobre quem tem alma o suficiente para sobreviver a ela, todas as colmeias (grupos de vampiros) e alcateias precisam relatar todas as transformações bem sucedidas, e isso é uma lei irrevogável, acontece que o vampiro que Alexia matou não pertencia a nenhuma colmeia, era um vampiro desgarrado, que nem ao menos sabia o que ela era, o que implica em uma ampla investigação do DAS.

Nossa protagonista também é um ser sobrenatural, ela é um preternatural, um ser que não tem alma, e neutraliza os poderem sobrenaturais dos outros, a um simples toque. O feito de Alexia passa despercebido do grande público, mas os seres sobrenaturais descobrem a sua façanha, e ficam muito interessados em conversar com ela, e depois de uma visita a uma das principais colmeias de Londres, sua vida sofre uma brusca mudança.

Alexia passa a ser perseguida por uma estranha criatura que não parece humana, e sendo assim Lorde Maccon coloca vigilância sobre ela durante 24 horas por dia, ao mesmo tempo o DAS descobre que em todo o reino diversas criaturas sem registro andam aparecendo, e que muitos outros parecem sumir sem deixar rastros, tudo parece conectado, ainda mais depois que a central do DAS é arrombada e todos os arquivos sobre os seres sobrenaturais da região são roubados, inclusive o de Alexia, o que redobra os cuidados de Lorde Maccon para com ela suspiros eternos.

Adorei o desfecho que a autora deu na história, não só com relação ao romance, que para mim é perfeito, é um dos casais que eu mais amei ler, mas a amarração da história com a explicação sobre os seres desgarrados, os desaparecimentos, a estranha criatura que persegue Alexia, faz todo o sentido e abre muitas possibilidades para o próximo livro. A história é fechadinha, não termina com aqueles finais desgraçados, que te fazem chorar sangue com vontade de ler o próximo livro.


A editora Valentina divulgou que lançará a sequência ainda no segundo semestre desse ano.
(Não leiam a sinopse do segundo livro, tem spoiler. A não ser claro que você já tenha lido Alma?)

7 comentários:

  1. Oi Ju,
    Eu tb adoro romances em que os protagonistas brigam e daqui a pouco ta soltando faiscas hehe
    Esse livro é perfeito e fico feliz que superou suas espectativas..
    Agora é aguardar o proximo não é..

    Beijos Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que quando bem escrito esse é o melhor tipo de romance que tem, e Alexia e Lorde Maccon ficaram perfeitos juntos, estou super ansiosa pela continuação.

      bjk

      Excluir
  2. todo mundo, ou pelo menos quase todos disseram que curtiram mt esse livro.

    ResponderExcluir
  3. Eu quero tanto ler esse livro! *-* Já vi resenhas ótimas sobre ele!

    Beijos,
    http://cute-indeed.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei as capas dos livros dessa serie. Quero muito ler esse livro e conhecer o estilo, nunca li nada parecido. Parabéns pela resenha, me fez ficar mais curiosa ainda.
    Bjinhos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  5. Amei muito as capas, e gosto desse estilo steampunk :) Só não gostei muito do fato da editora ter mudado o padrão dos títulos...

    ResponderExcluir

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.