Resenha: Inferno no Colégio Interno

3,5/5

Desventuras em série #5
Para mim o quinto volume das desventuras dos irmãos Baudelaire, está longe de ser ruim, só que ela segue o mesmo molde dos quatro primeiros, e eu não vejo essa história tomar um rumo, a narrativa é muito boa, principalmente quando o autor conversar com o leitor, mas acaba ficando um pouco cansativo, eu quero mais, quero conhecer os segredos da família Baudeleire, quero descobrir se o Sr. Poe é um pilantra, quero descobrir mais sobre o Conde Olaf, quero saber quem é Beatrice (acabei de ir procurar no Google e acabo de estragar uma surpresa, não façam isso), são muitas coisas que eu quero saber e nesses cinco primeiros volumes não tive respostas.

Os irmãos Baudelaire sofrem demais (como o autor deixa claro, essa não é uma história feliz), sinto uma dó, eles sempre são tratados mal, tem que enfrentar todo o perigo sozinhos, e quando por fim desmascaram o Conde Olaf, ninguém lhes dá atenção, até que seja tarde de mais, e ele consiga escapar. É um contraponto interessante que o autor faz, os adultos na série, são ou muito ingênuos, ou muito tapados, ou malvados mesmo, ao passo que as crianças, até as mais pestinhas, são muito espertas.

Assim como nos volumes anteriores, o Sr. Poe (QUE ÓDIO GIGANTE EU SINTO DELE) precisa encontrar um lugar para os irmãos ficar, assim sendo, eles os envia para a escola preparatória Prufrock.  É claro que, seguindo a linha de tratamento padrão, o diretor da escola é um serzinho extremamente arrogante e malvado, e não os trata nem um pouco bem, veja só, nem um quarto adequado ele arranja, manda-os para um barraco, onde vive outros dois órfãos, Duncan e Isadora, mas se algo acontece de bom nessa história, é que eles logo se tornam amigos.

Dessa vez ele demorou a aparecer, dando de certo forma, uma alívio para os Baudelaire, e para os leitores, mas como nada na vida deles é fácil, mesmo sem o Conde Olaf para lhes atormentar, é preciso lidar com o enfadonho sr. Nero, Carmelita Spats, uma garota extremamente desagradável, que faz da vida deles um inferno (maior do que já é) e com regras extremamente absurdas.

Mas até aí tudo bem, apesar de não ser um paraíso, só de se sentirem livres do Conde Olaf, eles podem lidar com as situações esquisitas na escola. Mas aí ele aparece, e ninguém se dá conta disso, a não ser os irmãos, claro. E aí tem outro ponto da história que eu adoro, Violet, Klaus e Sunny, são inteligentes e bem safos, mas eles não são super heróis destemidos, eles sentem medo, sem saber quando o conde vai aparecer, e o que ele vai fazer, e mesmo que de certa forma eles consigam se livrar dele, nunca é sem perder algo, e mais uma vez eles provam isso.
"Vocês provavelmente pensaram, ao ler que as crianças estavam a ponto de alcançar o inimigo, que agora os órfãos Baudelaire apanhariam o terrível vilão, e que encontrariam bons tutores, e que Violet, Klaus e Sunny seriam razoavelmente felizes pelo resto da vida (...) E vocês podem até acreditar que esse é o desfecho da história, se quiserem. Os poucos acontecimentos que encerram este capítulo da vida dos órfãos Baudelaire são incrivelmente infelizes e apavorantes; assim, se preferirem ignora-los por completo, devem fechar o livro agora e imaginar um final agradável para esta horrível história." pág. 189
Mesmo esse meu problema com a falta de informação, e as tramas parecidas, eu não vou deixar de ler a série, eu gosto demais da escrita do autor, e agora que eu comecei, não tem como voltar atrás, e eu vou lendo aos poucos, por que pretendo consegui-la somente em trocas no skoob (já tenho 6), essa série é gigante, ao todo são 13 livros, mas isso não me desanima, quero saber como tudo vai acabar, por que os órfãos merecem ser felizes.

Para ler a resenha dos livros anteriores: 1 | 2 | 3 | 4

10 comentários:

  1. Acho que parei a série no livro 3 ou 4, mas faz muito tempo... tenho vontade de terminar, mas 13 livros me deixam com preguiça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ainda mais quando as histórias acabam se repetindo, mas vou até o fim, tem muitos segredos para descobrir.

      bjks

      Excluir
  2. Respostas
    1. A escrita é excelente, para quem gosta de infanto juvenil é uma ótima escolha, mesmo que as vezes a história acabe sendo muito cruel para os irmãos Baudelaire. Meu único problema, é que acho tudo muito parecido, e quero coisas diferentes, e a história não anda para frente.

      bjs

      Excluir
  3. Oi Ju ;)
    Eu acho que já falei isso, mas eu tenho muita vontade de começar essa série! Todo mundo fala da escrita do autor e todas as resenhas que leio são sempre positivas! Meu problema mesmo é que os preços são um pouco salgados e a série é tão longa pra comprar todos! ;/

    Entendo seu problema, estou passando a mesma coisa com "Dezoito Luas" o livro é ótimo e eu definitivamente amo a série, mas sinto ela um pouco repetitiva e fico querendo saber coisas que ainda não foram explicadas! Aaaah eu sempre que fico muito curiosa acabo cedendo fazendo a pesquisa no Google tbm e isso nunca é bom, mas eu não aprendo!(Sou a pessoa mais curiosa e impaciente do mundo! kkk)

    Tem resenha nova lá no blog, quer ler?
    Desde já obrigada!

    Fallen In Me
    - PatyScarcella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patty, eu quase desisti de começar esse série, por causa da quantidade de livros e pelos preços salgados, decidi ver se conseguia com trocas, e até agora estou sendo bem sucedida, outra também que eu só estou conseguindo através de trocas é As crônicas vampirescas, já estou no quarto volume.
      Eu lembro que tinha desistido da leitura de Dezesseis luas, mas eu vou voltar, que pena que tem essas enrolações, talvez se elas tivessem feito só três livros, teria ficado melhor.
      As vezes eu gosto de spoilers, as vezes não, o que me dá raiva é aqueles que a gente acaba descobrindo sem querer.

      Bjks

      Excluir
  4. Ju estou adorando acompanhar essa série por aqui, suas resenhas sempre maravilhosas apontando as partes que merecem destaque.
    Gostei do filme sobre os irmão órfãos mas confesso que a série é tão grande e cara que tirei ele das minha pretensões de leitura, mas ficarei ligada nas suas resenhas. Parabéns pela determinação e torço para que consiga os outros livros e claro para que o autor reserve um bom fim para os irmãos!!!
    Bjos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara mesmo que eu consiga todos eles pelo skoob! A série é excelente, mas ela afasta quem quer comprar, por serem muito livros. Eu estou gostando, e espero que fique ainda melhor.

      bjks

      Excluir
  5. Ju, você sabe que amo essa série e já a defendi horrores aqui. Quanto à repetição, então, ela pára no livro 9 (okay, sei que parece um longo caminho até lá hahahahaha). E não fique com muitas expectativas em relação a explicações (essa série não explica muita coisa, você tem que ir deduzindo).

    Eu gosto desse livro em especial porque ele é uma excelente crítica ao sistema educacional e ao bullying. É horrível ver que tudo que acontece naquele local (okay, é tudo exagerado e caricatural) acontece na vida real. Burocracias impedem denúncias, existem maus-tratos, péssimos funcionários e muitos são encorajados a ter um comportamento competitivo e de bullying.

    NÃO ACREDITO QUE VOCÊ DESCOBRIU QUEM É BEATRICE! Aaaaaaaaah não, você fez a mesma burrada que eu. Também descobri antes e foi um saco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mel, eu já tinha lido em algum lugar que o autor não dá muitas explicações. É verdade, mesmo caricaturado, o autor faz ótimas críticas, não só nesse caso, como também contra a burocracia, e a tendencia que os adultos tem de não levar as crianças a sério.

      Eu não sei se descobri tudo sobre Beatrice, pelo menos faço ideia de quem seja. O engraçado, foi que eu nem tinha tanta curiosidade, mas como nesse livro ele faz uma referência a ela de um forma diferente, mais direta que os outros livros, eu fiquei curiosa. Mas tudo nesse livro me deixa curiosa, é uma das séries mais legais.

      Agora que eu sei que as tramas vão se repetindo, eu nem ligo, o problema é ficar esperando mais resposta, a partir de agora vou me diverti mais lendo, ou não, já que o autor judia tanto das crianças.

      bjs

      Excluir

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.