Top 5: Livros heartbreaking.


Oi gente! Tudo bem? Faz tempo desde a última vez não? Preciso pedir desculpas por isso e dizer que foi tudo culpa do colégio. Agora as coisas estão mais calmas, mas até por ali – Há, brincadeira, só tenho mais uma semana e uns dois ou três dias de provas, mas é tranquilo, porque as mais difíceis já passaram :D – então vou aparecer mais. 

Agora vamos ao post. Livros heartbreaking são aqueles que de alguma maneira quebram o nosso coração por vários motivos. Não falei muito sobre o que eles se tratam, porque senão o post ficaria muito grande, mas os links para sinopse estão aqui. Vamos lá!

5°- As Vantagens de ser Invisível (Skoob)
Não sei bem se esse livro se encaixa nessa lista, porque não sei descrever o que eu sinto com relação a ele (tipo, não sei dizer se o que eu sinto é uma sensação de heartbreaking), mas resolvi incluí-lo mesmo assim apenas porque ele me afetou de uma maneira que nenhum livro nunca me afetou antes. Ele me traz uma sensação de nostalgia não por coisas que eu já passei, isso também, mas principalmente por coisas que eu vivo hoje. Não estou dizendo que identifico a minha vida exatamente com o que aconteceu com Charlie, mas o cenário inteiro da história, se adaptar em uma nova escola, ter novos amigos, viver aventuras, ter esperanças, etc.. Tudo isso reflete o que eu estou vivendo e o que fez com que eu me emocionasse lendo.

4°Quem é você Alasca - (Skoob)
Vamos imitar um pouquinho a morte (entendedores entenderão):*¹

~ Dois pequenos fatos ~ 
O John Green é um dos meus autores favoritos. 
E eu tenho medo de ler seus livros.

Eu li esse livro já faz um tempo, mas ainda não deixo de me emocionar com alguma citação dele que acabo encontrando por aí. O fato de eu ter um pouco de medo de ler os livros do John é porque ele dá uma de Pirraça, e como Pirraça gosta de bagunça, não importando a hora e o lugar, ele vai lá e cutuca a ferida. Pelas mesmas razões que em As Vantagens de ser Invisível, sinto uma tremenda nostalgia com esse livro. A diferença é que não sei se gostei do final.*²

*¹No livro A Menina que Roubava Livros, a morte é a narradora e faz umas passagens mais ou menos com a mesma estrutura do trechinho que eu escrevi.
*²Desculpem, mas eu não sei muito bem como descrever isso sem ser misteriosa (por falta de palavra melhor), o que acontece da metade para o final não é uma coisa pela qual eu estava esperando e estilhaçou meu coração em milhões de pedacinhos .

3° - Unwind (Skoob)
Unwind é capaz de machucar o seu coração de tantas formas! É uma distopia onde no futuro há uma guerra civil sobre os direitos de vida e o aborto que acaba resultando no “unwind”. Os pais são obrigados a esperarem que os filhos atinjam 13 anos para “abortá-los”, então quando a criança atinge essa idade, ela pode ser levada a uma espécie de clínica onde todos os órgãos dela são retirados enquanto ela ainda está viva. Esses órgãos, que podem ser braços, pernas, fígado, etc. vão ser doados para outras pessoas. Nas entrelinhas é possível ver muito sobre a consideração e falta dela que os pais têm com os filhos, a luta por sobrevivência, o que significa ser humano e, sobretudo, o amor tanto da família quanto pelo outro. Esse livro fez com que eu me sentisse mal por ver o que nós podemos fazer contra outros humanos. É uma história linda e ao mesmo tempo triste.

“In a perfect world everything would be either black or white, right or wrong, and everyone would know the difference. But this isn't a perfect world. The problem is people who think it is.” 

1.1° - A Menina que Roubava Livros (Skoob)
Posso colocar um primeiro lugar ponto um se eu quiser u.u.

E também porque não há como esse livro ficar em segundo lugar. Peguei esse livro da estante só para me inspirar e ter uma ideia do que eu iria escrever aqui e já estou quase chorando. AAaaaAAah, esse livro são muitos feels. O nazismo já é uma coisa que por si só, me afeta bastante, bem mais do que afeta as outras pessoas, e aqui nesse livro tem todos esses personagens pelos quais eu desenvolvi um amor tão grande e que cujas histórias não terminaram bem do jeito que eu queria. E ainda assim, com toda essa tristeza ainda é possível sorri e rir em muitas cenas. Toda a alegria que ele tem torna tudo o que acontece mais heartbreaking ainda. É um livro magnífico.

1° - Jellicoe Road (Skoob)
Quando as pessoas perguntam qual é o meu livro favorito, como qualquer leitor(a) assíduo(a), eu não consigo responder com apenas um. Ainda assim, o primeiro livro que surge na minha cabeça é Jellicoe Road.

FEELS! FEELS! FEELS! FEELS! FEELS! FEELS! FEELS! FEELS! FEELS! FEELS! FEELS! FEELS!


A forma como ele é escrito é um pouco diferente dos outros livros, com algumas passagens que, à primeira vista são nada a ver com a história, mas que depois que a gente entende é tão mind blowing e o ar fica tão cheio de feels que é quase impossível respirar. É tão heartbreaking! Além disso, a amizade desse livro é uma das mais belas que já vi, e também uma das mais difíceis como diz a Giu Fernandes. Ainda não foi publicado no Brasil.



11 comentários:

  1. As vantagens de ser invisível e A garota que roubava livros acabaram comigo. São lindos!!
    Os outros quero ler, mas ainda não consegui.

    Beijos,
    Carissa
    www.carissavieira.com

    ResponderExcluir
  2. Julia,

    Que lindo o seu relato de cumplicidade com As Vantagens de Ser Invisível.
    Eu totalmente tenho medo dos livros do Green também! Fiz um vídeo esses dias onde falo isso, sempre termino os livros dele sem querer ler outro! rs Mas depois passa *o*
    Adoro os livros que tenham amizades tão lindas... fiquei curiosa com o último livro. E achei Unwind tão cruel, nossa... imagino como deve ser!
    Gostei do post! *.*

    Beijos,

    Marcelle
    www.bestherapy.net

    ResponderExcluir
  3. Oi Ju, não tenho o costume de ler livros heartbreaking, e se li algum eu não lembro agora para citar, teria que ir lá na minha estante e ver e pensar se seria o caso ou não..
    Eu adorei conhecer um pouco mais sobre os livros que citou!

    beijinhos!!
    Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. awn, não li nenhum dos mencionados, mas morro de vontade!
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  5. A lista é super legal e tô super curioso pra ler A Menina que Roubava Livros! As Vantagens de ser invisível é muito bom!
    Abraços,
    Gabriel

    http://letrasdepijamas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adoro livros heartbreaking. Adoro, adoro, adoro.
    Fiquei curiosa com Jellicoe Road, juro que não daria nada pela sinopse. Mas pelo jeito que você fala deve ser lindo. Eu já sou assim com Alasca, falou livro favorito, vem Alasca na minha cabeça. É livro do John eu me jogo de cabeça!

    As Vantagens de Ser Invisível é lindo, mas também não sei se seria de partir o coração. E eu tenho muita vontade de ler Unwind, muita mesmo!

    Beijitos

    ResponderExcluir
  7. Oi Juh ;)
    Ah nós também estamos sumidas do blog (trabalho, faculdade e escola - uma coisa pra cada dona rs) Mas estamos tentando estabilizar as postagens por lá, que bom que você está de volta \o/

    Ouuuwww eu vendo seu post e fazendo minha lista mental dos meus livros heartbreking favoritos aqui e com certeza pra mim "A Menina que Roubava Livros" e "A Vida em Tons Cinza" são os mais tristes/lindos que já li! Eu ainda não li nada do John Green, mas entendo o seu medo dele rs Fiquei MUITO curiosa com "Unwind" poxa é muito macabro abortar um filho depois de treze anos! Quero muito, já foi lançado por aqui?

    Tem post novo lá no blog, quer ler?
    Desde já obrigada!

    Fallen In Me
    - PatyScarcella

    ResponderExcluir
  8. Júlia amei o post, parabéns!!! Dessa lista já li As vantagens de ser invisível e A menina que roubava livros, mas confesso que nenhum deles me surpreendeu, esperava mais.
    Dos outros que vc indicou fiquei curiosa para ler Unwind, deve ser tenso mas mega interessante.

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  9. MORRO de vontade de ler Unwind, Uma hora acabo comprando!

    ResponderExcluir
  10. Eu chorei muito em A menina que roubava livros e As vantagens de ser invisível. Eu to querendo muito ler Quem é você Alasca? mas já to até vendo que vai ser outra choradeira kkkk

    Bjs,
    Samira
    http://spoiledonbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Julia, tudo bem?
    Você colocou dois livros que me fizeram chorar. AVDSI e AMQRL. Esse livros mexeram e muito comigo, ambos, e estão em um lugar bem privilegiado da minhas estante. Também tenho medo de ler livros do John Green e acho que isso não vai passar nunca.
    Abraços, Amanda Almeida
    Oi Jacque, tudo bem?
    Mr Darcy *-*
    Flor gostei de te conhecer um pouquinho mais e admiro as mães que conseguem manter o habito de ler, pois imagino que seja muiiitttoooo difícil. Também sou nervosa e muito tímida. Infelizmente quase nunca vou a encontros pois há poucos blogueiros que conheço que são daqui de BsB. Uma pena.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir

Oi!! Eu falo muito abobrinha, então obrigado por comentar.

Lembre-se de ter cuidado com os spoilers, e sempre respeite as opiniões contrárias.